5 curiosidades sobre o curso de Engenharia de Produção

2 Minutos de Leitura
Read Time2 Minute, 57 Second

O engenheiro de produção planeja, projeta e gerencia sistemas organizacionais que envolvem recursos humanos, materiais, tecnológicos, financeiros e ambientais. Alia conhecimentos técnicos e gerenciais para otimizar o uso de recursos produtivos e diminuir os custos de produção de bens e serviços.
O que você ainda não sabe é que essa carreira também reúne diversas curiosidades que podem mudar a sua visão sobre a profissão. Quer saber quais são? Continue lendo o nosso post!

A profissão existe deste do século XIX

Mesmo com uma demanda relativamente nova, a Engenharia de Produção já existe desde a Revolução Industrial, no século XIX.

Nesta época, o crescimento das indústrias impulsionou a produção de objetos, alimentos e subsídios em larga escala, com preços muito mais baratos do que os produzidos artesanalmente. Mas, nem sempre essa produção era eficiente, exigindo, assim, um profissional voltado apenas para atender as necessidades desse segmento.

No Brasil a primeira graduação na área só foi criada em 1957 com a chegada das grandes multinacionais. Atualmente, o país é uma referência mundial em qualidade industrial e inovação tecnológica, principalmente quando se trata da exploração de petróleo

Não é formada apenas por matérias exatas

Você acha que o curso de engenharia é formado apenas por matérias de ciências exatas? Se sua resposta é sim, você está errado. A Engenharia de Produção, por exemplo, foi criada com base na grade curricular do curso de Administração e até hoje utiliza os conceitos técnicos e as habilidades da gestão.

O estudante da área terá que passar por cinco anos de graduação e estudar temas comuns às engenharias, como computação, raciocínio lógico e cálculo, mas também terá uma formação complementar para resolver problemas e enfrentar desafios, com disciplinas na área de gestão financeira, de pessoas e de qualidade.

Além de fazer o curso superior em uma instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), para exercer a profissão é necessário obter registro no CREA — Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia — no estado onde você atuará.

É a mais completa das engenharias

Sim! A Engenharia de Produção é considerada a mais completa das engenharias, com oportunidades para diversos perfis profissionais em diversas atividades, desde os processos de produção até a gestão.
O engenheiro lida com máquinas e sistemas, e pode também atuar diretamente com consultoria e relações trabalhistas, transformando um ambiente improdutivo em um local motivador e com qualidade de trabalho.
A engenharia não se limita apenas às indústrias. O curso possui uma formação técnica que permite a atuação em diversos setores — e uma visão empreendedora ideal para quem quer abrir o próprio negócio.

Muitas empresas precisam de um engenheiro de produção

Dica importante: com a quantidade gigantesca de empresas e indústrias lutando por seus lugares no mercado, todo mundo quer melhorar a produtividade, reduzir custos e manter a qualidade. Exatamente o que o engenheiro de produção ajuda a fazer.

A profissão é uma das mais bem pagas

Por estar ligado diretamente à fonte de renda da empresa, os engenheiros de produção são muito valorizados quando o seu trabalho gera resultados pro lugar onde trabalham. Vale ressaltar que o salário de estágio também é bem alto.

E aí, Engenharia de Produção é pra você? Conta pra gente nos comentários.

0 0
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
100 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

2 Comentários

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *