HOMENAGEM: MULHERES NEGRAS QUE FIZERAM E FAZEM HISTÓRIA E MERECEM DESTAQUE

4 Minutos de Leitura
Read Time3 Minute, 47 Second

A luta pela igualdade entre mulheres e homens é um assunto que sempre deve ser colocado em pauta. Se muito foi conquistado, tudo foi graças àquelas que quebraram barreiras e muitas vezes se arriscaram em prol de um ideal. Foi pensando nelas que o Instituto INE resolveu homenagear as mulheres negras que fizeram e fazem história ao seguir os seus sonhos e superar adversidades, a despeito do machismo e do racismo.

Bessie Coleman

Quem costuma andar de avião sabe que, nos dias de hoje, ainda é difícil ver mulheres pilotando em grandes companhias aéreas. Mas, voltando lá no ano de 1922, imaginemos como era ainda mais raro.

Eis que surge essa mulher chamada Bessie Coleman, uma mulher negra que fez história se tornando a primeira mulher a conseguir uma licença internacional de aviação pela Federação Aeronáutica Internacional.

220px-Bessie_Coleman,_First_African_American_Pilot_-_GPN-2004-00027

Foto: Google

Oprah Winfrey

Considerada uma das mulheres mais influentes de sua geração em todo o mundo, dona de uma fortuna na casa do bilhão, psicóloga e crítica de livros, Oprah Winfrey é empresária e a americana mais notória da televisão.

São tantos títulos e marcas atingidas por essa mulher que precisaríamos de um post todo dedicado a ela, mas hoje ela merece fazer parte dessa nossa lista de mulheres negras que fizeram história.

Foto: Joe Pugliese/August

A primeira dama negra do teatro, essa brilhante atriz foi uma das mulheres negras mais influentes de seu tempo, sendo a primeira atriz negra a subir no palco do Teatro Municipal do Rio com a peça O Imperador Jones.

Após inúmeras novelas e filmes, hoje se encontra aposentada aos 96 anos e muito bem de saúde.

Foto: Reprodução/ Site Alto Astral

Simone Biles

Quem assistiu às Olimpíadas do Rio de Janeiro viu essa pequena americana quebrando recordes e se tornando a maior campeã da história olímpica. Com apenas 19 anos, ela já conta com 14 medalhas em três participações dos jogos.

Simone_Biles_Rio_2016d

Foto: Google

Glória Maria

Glória Maria, jornalista muito conhecida pelos brasileiros, foi a primeira negra a atuar como âncora no telejornalismo. Atualmente ela atua como repórter de matérias especiais e já entrevistou grandes ícones do entretenimento como Michael Jackson e Madonna.

Foto: Renato Miranda / TV Globo/Divulgação

Zezé Motta

Outra mulher que merece estar na lista é a grande atriz Zezé Motta, que tem o título de “Pérola Negra” e “Negra Gata”.

Famosa por interpretar Xica da Silva em 1976, trabalho que alavancou sua carreira para o sucesso internacional, foi uma das primeiras atrizes negras brasileira a se destacar internacionalmente.

27072542_1459122287544311_9018982602735006622_n

Foto: Facebook oficial da atriz

Mae Jemison

Mae Jemison é médica, já participou de um episódio de Star Trek: The Next Generation e uma pioneira. Conseguiu se tornar a primeira mulher de ascendência africana a sair de nosso planeta e ficar lá no espaço na missão STS-47, lançada no ano de 1992. Com méritos, ela faz parte da lista de mulheres negras que fizeram história.

200px-Mae_Jemison

Foto: Google

Dandara dos Palmares

Com poucos registros de sua vida, sua história permanece misteriosa em algumas partes. Mulher de Zumbi dos Palmares, Dandara era raynha na capoeira e lutou em todas as batalhas contra os ataques a Palmares, um dos mais importantes quilombos do período colonial. Era também mãe; teve três filhos com Zumbi. Os relatos dizem que ela se matou se jogando da pedreira mais alta em 1694, tudo para não se entregar às forças militares.

Foto: CEERT

Angela Davis

Ativista, professora, filósofa e militante do Panteras Negras, Angela nasceu no Alabama e, desde pequena, sofreu com o racismo. Lia muito e, aos 14, ganhou uma bolsa para estudar em Nova York, onde entrou em contato com conceitos comunistas. Então, nos anos 60, ela se juntou tanto ao Partido Comunista quanto ao Panteras Negras, que na época lutavam para soltar três de seus militantes. Ela figurou na lista das dez pessoas mais procuradas pelo FBI e foi classificada como a ativista negra mais perigosa e mais procurada, foi presa e rolou uma grande pressão popular para que fosse solta, com a campanha “Free Angela Davis”. Hoje ela luta pela melhora das políticas de cárcere, especialmente com relação às mulheres. Pra saber a história completa vale muito assistir ao documentário de sua história, “Free Angela Davis”!

Foto: O Globo

Fonte: Blog Viva com Felicidade 

0 0
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

3 Comentários

  1. Guilherme / NovelasResumo

    Responder

    Olá, Gostei muito do seu site, vamos fazer uma parceria?

    Agradecido

    • Instituto INE

      Responder

      Olá, tudo bem?
      Que bom que gostou! O seu blog é sobre educação?
      Muito obrigada!

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *