Síndrome do esgotamento profissional: saiba como tratar

2 Minutos de Leitura
Read Time2 Minute, 13 Second

Alterações no apetite, insônia, ansiedade e dificuldade de concentração são apenas alguns dos sintomas da síndrome do esgotamento profissional.

Se você quer descobrir como ela pode afetar a sua vida e o melhor caminho para o tratamento continue lendo este post.

O que é a síndrome do esgotamento profissional?

A síndrome de burnout, conhecida como do esgotamento profissional, é um distúrbio psíquico. 

Inclusive, ela é caracterizada pela tensão emocional e o estresse causado por condições de trabalho desgastantes. 

Também classificada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como um estresse crônico, a doença é um retorno desequilibrado à pressão emocional que as pessoas sofrem no ambiente de trabalho. 

Aliás, de acordo com o levantamento de 2018 do International Stress Management Association, 72% dos brasileiros entre 25 e 65 anos que estão no mercado de trabalho apresentam o estresse em graus diferentes. Dessa porcentagem, 32% sofrem com a síndrome do esgotamento profissional.

Principais fatores da síndrome do esgotamento profissional

Especialistas apontam que a doença é resultado de um processo cumulativo grave. Os principais fatores são:

  • Falta de recompensa pela gerência;
  • Baixa autonomia;
  • Sofrer situações de injustiça;
  • Conflito de valores;
  • Sobrecarga de trabalho;
  • Acúmulo de responsabilidades.

Quais os sintomas?

O sintoma mais comum da doença é a sensação de esgotamento emocional e físico. Dentre os outros sintomas, veja abaixo os problemas físicos e psicológicos que você pode apresentar:

– Alterações no apetite;

– Dor de cabeça frequente;

– Perda ou aumento repentino de peso;

– Fadiga;

– Dores musculares;

– Problemas gastrointestinais;

– Taquicardia;

– Doenças cardiovasculares;

– Dificuldade de concentração;

– Lapsos de memória;

– Insegurança;

– Pessimismo;

– Baixa autoestima;

– Alteração de humor;

– Isolamento;

– Insônia;

– Exaustão;

– Desinteresse;

– Ansiedade.

Dicas para tratamento e prevenção

O tratamento e prevenção poderão ser beneficiados pelas seguintes atitudes: 

  • Realize atividades físicas com frequência;
  • Converse com alguém de confiança se tiver enfrentando algum problema;
  • Evite o consumo de tabaco, drogas e bebidas alcoólicas;
  • Tenha um sono reparador e durma o mínimo de 8 horas diárias;
  • Fuja da rotina diária praticando atividades de lazer;
  • Esteja em contato com familiares e amigos;
  • Estabeleça um limite de atendimento das demandas profissionais.

Portanto, aproveite essas dicas para colocar em prática na sua vida e procure ajuda profissional e estude mais sobre o assunto, caso acredite que tenha a síndrome do esgotamento profissional. Ainda é tempo de cuidarmos da nossa saúde e preservarmos nossa vida.

0 0
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *