4 dicas para trabalhar a educação especial na escola

2 Minutos de Leitura
Read Time2 Minute, 55 Second

Hoje cada vez mais as escolas vem recebendo alunos com necessidades especiais e você sabe qual é a melhor forma de lidar com a educação especial?

Além de você ser responsável pelas atividades de rotina da sala será necessário avaliar cada caso de aluno e verificar quais as competências e limitações que eles apresentam em sala de aula. 

Veja algumas dicas para trabalhar a educação especial na escola:

Faça uma pós-graduação

Realizar um curso de pós-graduação é essencial para trabalhar na área de educação especial. 

Inclusive, ao realizar o curso você terá capacidade de lidar com as especificidades desse universo, além de auxiliar na sua qualificação e você sair na frente da concorrência.

Se tem pouco tempo disponível para se dedicar aos estudos, há a opção de realizar o curso em EAD. Dessa forma, se você trabalhar conseguirá conciliar os estudos com o seu serviço.

Algumas disciplinas que você poderá estudar no curso são:

  • A formação e atuação do profissional para o ensino da educação especial;
  • Metodologia do ensino superior;
  • Formação de educadores, interdisciplinaridade e trabalho por projetos;
  • Educação inclusiva;
  • Estratégia para inclusão e psicomotricidade;
  • Tecnologia assistiva.

É importante observar que o professor não tem a função de diagnosticar se os alunos apresentam ou não alguma necessidade especial, mas ele pode alertar os pais para isso. 

Portanto, o professor deve ajudar a facilitar o processo de aprendizagem do aluno para atuar de forma adequada com a educação especial.

Seja flexível e mantenha a calma

A flexibilidade é uma atitude que deverá praticar com seus alunos devido as várias dificuldades que eles possam apresentar.

Dessa forma, é necessário ser flexível e adaptar a sua didática para que todos os alunos entendam e aprendam o conteúdo em sala de aula.

Tudo isso pode ser considerado um estímulo para você já que as aulas dadas serão diferentes e exigirão mais criatividade para que todos os alunos compreendam o conteúdo. 

Também é importante manter a calma, porque alguns alunos com necessidades especiais em momentos de estresse podem ter uma atitude mais agressiva e gerar uma situação desagradável. 

Realize debates sobre o respeito e a educação especial em sala de aula

Tem alunos que chegam em sala de aula com o preconceito em mente e trabalhar a questão do respeito com os alunos torna-se um desafio.

Você tem a responsabilidade de ensinar, mas na realidade é preciso que nesse universo você também assuma o papel de educador. 

A partir do momento que você ensina os alunos a tratar com respeito os alunos da área de educação especial o objetivo da igualdade é alcançado.

Assim também, além do professor, é necessário que a escola tenha a preocupação com o aluno da educação especial durante todo o ano letivo.

Toda a equipe da escola deve envolver-se e estar atenta às necessidades do aluno da educação especial.

Caso ocorra algum problema é importante sentar e conversar sobre a melhor alternativa para solucioná-lo.

Portanto, coloque essas dicas em prática e trabalhe de forma eficiente para promover o aprendizado dos alunos da área de educação especial. Todos só tem a ganhar!

Tem alguma dúvida ou sugestão sobre esse tema? Deixe seu comentário no post e enriqueça esse debate.

0 0
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *