Como aplicar a neurociência cognitiva na sala de aula?

2 Minutos de Leitura
Read Time2 Minute, 48 Second

Você sabe o que é neurociência cognitiva e como ela pode ajudar no aprendizado dos seus alunos? Continue lendo este post para entender tudo que você precisa saber sobre a área.

O que é neurociência cognitiva?

A neurociência cognitiva tem como principal objetivo estudar sobre as capacidades mentais do ser humano como:

  • pensamento;
  • inteligência;
  • aprendizado;
  • linguagem;
  • memória;
  • percepção.  

A percepção e as sensações ajudam a orientar os estudos da Neurociência Cognitiva. 

Assim, uma música, perfume, imagem ou sensação corporal contribuem para promover as experiências sensoriais que auxiliam a captar as informações do ambiente e levá-las ao cérebro.

Neurociência cognitiva na sala de aula

Os estudos da neurociência permitem compreender como uma pessoa adquire conhecimento e transforma em aprendizado. 

Veja as dicas da contribuição da neurociência cognitiva para a aprendizagem dos seus alunos:

Crie memórias de longa duração

A memória é fundamental no processo de aprendizagem. Quem nunca aprendeu algo interessante com aquela historinha engraçada que um professor contou para a turma há alguns anos atrás e nunca esqueceu?

Por isso, esqueça a “decoreba”! Use técnicas que possam trabalhar com a emoção do aluno, como o humor ou a contação de histórias. 

Assim, você poderá criar memórias de longa duração que ajudam os alunos a encontrar sentido no conteúdo apresentado e identificar soluções criativas na resolução dos problemas em sala de aula.

Aprendizado prazeroso

Trabalhar de forma lúdica, com estratégias e conteúdos que promovam as emoções é essencial. 

Dessa forma, as emoções possuem elementos como a atenção, memória e percepção que contribuem para aprendizagem dos alunos. Especialistas apontam que  o aprendizado acontece quando algo nos emociona.

De acordo com os estudiosos, as emoções sinalizam para o cérebro o que é necessário para a sobrevivência da pessoa e o consumo energético que ela deverá realizar para exercer o aprendizado. 

Além disso, o cérebro é formado por áreas que equilibram as emoções e que são importantes na formação de memórias como:

– prazer;

– motivação;

– medo;

– raiva;

– ansiedade;

– alegria.

As situações prazerosas ajudam no aprendizado e estimulam a curiosidade. 

Assim também proporcionam a sensação de bem-estar ao resolver desafios e outros tipos de situações complicadas.

Transformação pelo aprendizado

Com o uso da tecnologia e da informação as salas de aula assim como a educação se transformam e os profissionais devem acompanhar essa mudança. 

Ela deve acontecer desde os primeiros anos de aula do aluno, porque sabe-se que desde o início são compreendidos pelos alunos os princípios dos números, da biologia, dentre outros conhecimentos do universo escolar.

Portanto, é preciso investir em cursos de educação a distância, repensar a educação e o trabalho desenvolvido pela escola acrescentando atividades e conceitos ligados à inovação que ajudem a trabalhar a neurociência cognitiva em sala de aula.

Tem alguma dúvida ou quer deixar sugestões de atividades que ajudem a ativar a neurociência cognitiva em sala de aula? Deixe um comentário neste post e participe compartilhando conhecimento.

0 0
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
100 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

4 Comentários

  1. Nilza Gomes Pereira da Silva

    Responder

    Boa noite , gostaria de saber mais informações sobre o curso de neurociência cognitiva

    • Instituto INE

      Responder

      Olá, Nilza!

      A especialização em Neurociências e Atendimento Educacional Especializado pode ser concluída entre 6 e 18 meses, dependendo do seu ritmo de estudo.
      No link https://www.institutoine.com.br/produto/neurociencias-atendimento-educacional-especializado/ você encontra mais informações a respeito do curso. Pedi a um consultor do INE para entrar em contato com você por e-mail, ok? Ele vai tirar todas as suas dúvidas sobre o curso e a respeito dos valores de matrícula e mensalidade, pois neste mês estamos trabalhando com uma tabela diferenciada.

      Espero ter ajudado a esclarecer suas dúvidas

    • Instituto INE

      Responder

      Francisca,
      Que bom que gostou das dicas do nosso post. Espero que comece a colocar em prática em suas aulas e volte para nos contar os resultados positivos que alcançou.
      Sucesso!

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *